29/10/14

.Pétalas de rosa... cristalizadas!

Dos olhos para o palato!

Trago-vos hoje uma extravagância gourmet. De sabor delicado, muito fácil de preparar,  irresistível para consumir como guloseima suprema ou a acompanhar um cafezinho acabado de fazer...
 
INGREDIENTES
.1 rosa grande que não tenha sido tratada com pesticidas
.1 clara de ovo
.1 colher de sopa de água
.Açúcar (qualquer tipo)
.1 pincel macio de ponta pequena
 
 
 PREPARAÇÃO
1. Lave bem a rosa em água corrente e deixe que escorra o excesso de água numa peneira ou escorredor.
2. Retire as pétalas, eliminando a parte branca da base, pois pode amargar ao ser mastigada.
3. Espalhe as pétalas sobre papel absorvente para que acabem de secar.
4. Numa vasilha pequena, use um garfo para bater levemente a clara de ovo com a água.
5. Com o pincel, pincele cada pétala, dos dois lados, com a clara batida.
6. Em seguida, coloque a pétala pincelada com a clara no açúcar, cobrindo-a de forma a que o açúcar fique bem colado.
7. Numa assadeira forrada de papel vegetal, coloque as flores açucaradas em forno baixo (150°C) por 10 minutos.
8. Uma vez secas, guarde-as em um recipiente hermeticamente fechado.   Tenha cuidado, pois as pétalas são muito frágeis e quebram facilmente. Bem acondicionadas, as flores cristalizadas conservam-se por duas semanas.
NOTA: Para seguir um procedimento de seca mais natural, coloque as pétalas em local arejado, à temperatura ambiente, por cerca de 24 horas, até que estejam secas. Mova ligeiramente as pétalas à medida que forem secando para que não colem ao papel.

Abraço.
ChefAntónio

3 comentários:

  1. Boa noite...
    Amigo Antonio..
    Isso é que podemos chamar um manjar dos deuses.
    Um pouco complicado de se preparar, mas o visual é simplesmente espetacular, agora os sabores só poderão sentir quando as provar. Pena que ainda não inventaram esta inversão de valor no papel e na TV.
    Gostei desta sua receita e agradeço por compartilhar conosco
    Um grande abraço carinhoso.
    Da amiga sempre.
    ClaraSol

    ResponderEliminar
  2. Acredito que fique gostoso.
    Obrigada, António.
    Abraço
    Lúcia

    ResponderEliminar